iBOM | Precisamos reutilizar o óleo de cozinha em nossas residências



140x140
Bom Despacho (MG), 23 de novembro de 2017

Precisamos reutilizar o óleo de cozinha em nossas residências

Publicado em 08/12/2015 10:49:13

FERNANDO BRANCO - Já tive a oportunidade de expressar a necessidade de mudarmos os nossos hábitos, gerando o mínimo de lixo possível e reaproveitando ao máximo os produtos antes de descartá-los, contribuindo para a sustentabilidade do planeta. Continuando nossa conversa, hoje vou falar do descarte de óleo de cozinha.

Muitos não sabem, mas o descarte inadequado do óleo de cozinha também é um dos problemas que afetam o nosso meio ambiente, sobretudo os cursos de água. Para se ter uma ideia, um litro de óleo é capaz de contaminar um milhão de litros de água. Isso porque, por ser mais leve que a água, quando descartado na rede de esgoto, o óleo cria uma barreira na superfície, dificultando a entrada de luz e a oxigenação da água. Isso compromete a base da cadeia alimentar aquática.

Além do mais, como as nossas cidades ainda não possuem um sistema de descarte desse material, o depósito do óleo de forma inadequada na natureza aumenta a possibilidade de enchentes em áreas urbanas, dada sua natureza impermeabilizante.

E não podemos esquecer que o descarte do óleo usado na pia de cozinha também causa prejuízos em nossas residências, já que entope os encanamentos e provoca mau cheiro. Por isso mesmo, é preciso mudar a postura em relação ao descarte do óleo de cozinha.

A doutrina ambientalista esclarece que o óleo de cozinha usado pode servir como matéria-prima na fabricação de diversos produtos, tais como biodiesel, tintas, óleos para engrenagens, sabão e detergentes, entre outros.

A reutilização do óleo na fabricação de sabão de pedra (em barra) tem sido uma das maneiras mais efetivas, pois o sabão caseiro, por ser biodegradável, é decomposto por micro-organismos em curto espaço de tempo. Além disso, a sua fabricação é barata e fácil.

Veja uma receita simples para você mesmo fabricar o seu sabão caseiro. Não se esqueça: ele serve apenas para limpeza doméstica (Fonte: G1):

Ingredientes: 500ml de água; 1 litro de óleo de cozinha (coado); 250g de soda cáustica; detergente e sabão em pó (a critério, de 50 a 100ml).

Preparo: Coloque a água para ferver a aproximadamente 70º Celsius. Antes de levantar fervura, retire do fogo e adicione a água à soda cáustica (mas mantenha distância e cuidado, pois podem ocorrer pequenas explosões de gases nessa fase do processo). Depois de misturados os dois ingredientes, espere, sempre mexendo, até que a soda derreta. Depois de dissolvida, adicione o óleo de cozinha usado (coado) e os demais ingredientes. Continue mexendo até a mistura ficar homogênea e grossa. Em seguida, despeje a mistura em recipiente forrado com plástico. Leve ao sol e espere secar (a mistura fica consistente em torno de dois dias, mas recomenda-se aguardar mais 10 dias para utilizá-la (esse tempo é necessário para que se solidifique e neutralize o efeito da soda cáustica).

Mas, se você não tem disponibilidade para fabricar o sabão caseiro, doe o seu óleo usado a alguém que queira reaproveitá-lo, ou, na falta, coloque o seu óleo em uma garrafa plástica, tampe-a adequadamente e a descarte no lixo normal, ou seja, o orgânico. O meio ambiente agradece!

Fernando Branco é servidor público e professor da faculdade Alis Bom Despacho



Rua do Rosário, 72 – Centro – Fone (37) 3522.2361 – Bom Despacho - MG
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do Jornal de Negócios.