iBOM | O que você tem a ver com a reciclagem do lixo na cidade?



140x140
Bom Despacho (MG), 22 de setembro de 2017

O que você tem a ver com a reciclagem do lixo na cidade?

Publicado em 27/09/2015 15:28:31

FERNANDO BRANCO - Os avanços tecnológicos trouxeram consequências positivas e negativas para a sociedade e para o planeta. Com a evolução, novas tecnologias facilitaram as nossas vidas e possibilitaram a cura ou o controle de várias doenças. Mas uma das graves consequências do progresso é a produção de resíduos (lixo) que, na maioria dos países, ainda são depositados em locais impróprios.

O descarte de resíduos de forma inadequada contamina os rios, gera desequilíbrio na flora, na fauna, no clima, no ar e no solo. Esses danos ambientais, por consequência, causam danos à vida humana. Em suma, um processo reverso da evolução.

Por isso, mostram-se cada vez mais necessárias políticas visando a redução de consumo, a ampliação da coleta seletiva e o reaproveitamento dos resíduos recicláveis. Em suma, é preciso que os nossos políticos reflitam sobre como reduzir, reutilizar e reciclar o lixo, elegendo as nossas prioridades para os próximos anos.

Mas nenhuma política será efetiva se nós, os destinatários, não adotarmos posturas mais coletivas. De nada adianta falarmos que somos a favor dessas políticas se continuarmos a jogar lixo na rua ou pela janela do carro, em qualquer lugar. Ou retirar o lixo de dentro das nossas casas e abandoná-lo na rua sem condições de ser coletado, processado e reaproveitado. Enfim, se não fizermos nossa parte, nenhuma política será efetiva.

Bom Despacho está dando o primeiro passo com a CATABOM. Faça sua parte, separando o lixo seco e o úmido. E não se esqueça: lixo úmido na segunda, quarta e sexta-feira, e o lixo seco na terça e quinta-feira. Se você fizer a sua parte, os cooperados farão o resto por você.

 Veja algumas das vantagens da coleta seletiva:

- diminui a exploração de recursos naturais

- reduz o consumo de energia

- diminui a poluição do solo, da água e do ar

- prolonga a vida útil dos aterros sanitários

- possibilita a reciclagem de materiais que iriam para o lixo

- diminui os custos de produção, com o aproveitamento de materiais recicláveis pelas indústrias

- diminui o desperdício

- diminui os gastos com a limpeza urbana

- cria oportunidade de fortalecer organizações comunitárias

- gera emprego e renda pela comercialização dos materiais selecionados;

- contribui com a preservação do meio ambiente

Fernando Branco é professor da Faceb/Unipac Bom Despacho



Rua do Rosário, 72 – Centro – Fone (37) 3522.2361 – Bom Despacho - MG
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do Jornal de Negócios.