iBOM | Caixa retomará casas em situação irregular no Dona Branca



140x140
Bom Despacho (MG), 21 de fevereiro de 2018

Caixa retomará casas em situação irregular no Dona Branca

O secretário de Desenvolvimento Social, Eduardo Costa (esq), e o gerente Cláudio Mendonça, da CEF
Publicado em 14/02/2018 11:19:20

Na quinta-feira, 8/2, o secretário de Desenvolvimento Social, Eduardo Rodrigo Costa, reuniu-se com o gerente regional da Caixa, Bruno Quirino, e o gerente geral da agência Bom Despacho, Cláudio Mendonça. O objetivo é resolver problemas existentes no Residencial Dona Branca.

Levantamento feito pela Prefeitura em dezembro de 2017 apontou a existência de casas abandonadas ou ocupadas irregularmente no conjunto. Há inclusive imóveis sendo depredados. “Alguns mutuários receberam casas e não as ocuparam. Outros alugaram ou transferiram o imóvel para terceiros, o que é um procedimento ilegal”, diz Eduardo.

Segundo ele, a Prefeitura fiscaliza o conjunto e notifica a Caixa das irregularidades para que ela tome as providências necessárias. “A Prefeitura não tem poder legal para notificar o mutuário. A responsabilidade é da Caixa, que financiou o imóvel. Não do município”, reforça o secretário.

Ocupação irregular

O gerente geral da Caixa em Bom Despacho, Cláudio Mendonça, afirmou que existem 50 imóveis ocupados irregularmente no Residencial Dona Branca. A Caixa considera ocupação irregular o simples fato da pessoa contemplada deixar de residir no imóvel. “Aluguel, venda e cessão são proibidos pelo contrato. Só depois de pagar todas as parcelas do financiamento é que a pessoa contemplada poderá transferir sua unidade. Antes disso qualquer transação é irregular e não tem valor legal”.

Desocupação

Mendonça disse que a Caixa vem tentando notificar os proprietários das unidades em situação irregular. Destes, 13 foram já compareceram à agência para resolver a situação. Ainda existem outros 35 proprietários que não foram encontrados. “Uma das dificuldades é que os Correios não fazem entrega no Dona Branca”, diz o gerente.

Cláudio Mendonça afirmou que a Caixa vai tomar outras medidas para notificar os donos dos imóveis em situação irregular e, se necessário, fazer sua desocupação. “Ou os moradores comprovam que são os titulares e estão residindo no imóvel, ou a casa será retomada e entregue para outra família carente que está na fila”, concluiu o gerente.



Rua do Rosário, 72 – Centro – Fone (37) 3522.2361 – Bom Despacho - MG
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do Jornal de Negócios.