iBOM | Vamos tentar deixar o mundo melhor do que nós o encontramos



140x140
Bom Despacho (MG), 21 de fevereiro de 2018

Vamos tentar deixar o mundo melhor do que nós o encontramos

Robert Baden-Powell em foto de 1896
Publicado em 18/01/2018 21:30:06

DÉBORA RODRIGUES - Sempre que tenho aqueles pensamentos negativos ou dúvidas que nos rodeiam, gosto de ler a carta de despedida de Baden-Powell (foto acima). Ele foi fundador do Escotismo. Um gênio! Desenvolveu um método de trabalho com crianças e adolescente há mais de 100 anos que é super atual.

Caso você não conheça, procure saber. Mas hoje vamos nos ater à sua carta.

Não sei como não a trouxe para vocês antes. Penso que todo mundo deveria lê-la, pois ela é um sopro de esperança e amor. Sempre que leio me sinto renovada e tudo passa a fazer sentido. Tomei a liberdade de destacar algumas frases. Vamos a ela:

“Eu vivi uma vida muito feliz. Por isso, desejo que cada um de vocês também tenha uma vida feliz. Acredito que Deus nos colocou neste mundo maravilhoso para que sejamos felizes e para que aproveitemos a vida. A felicidade não provém do fato de sermos ricos, nem de sermos bem-sucedidos em nossas carreiras e, tampouco, de sermos complacentes com nós mesmos. O primeiro passo rumo à felicidade é dado quando, ainda jovens, nós nos empenhamos em nos tornar saudáveis e fortes. Assim, quando chegarmos à idade adulta, seremos pessoas úteis ao mundo e poderemos aproveitar a vida.O estudo da natureza mostrará que Deus criou o mundo repleto de coisas belas e maravilhosas para vocês desfrutarem das mesmas. Alegrem-se com o que receberam e façam bom proveito disso. Olhem para o lado brilhante das coisas, ao invés do seu lado sombrio.Contudo, o verdadeiro caminho rumo à felicidade está em fazer outra pessoa feliz. Tentem deixar este mundo um pouco melhor do que o encontraram e, quando chegar a hora de vocês, que possam partir felizes com o sentimento de que, pelo menos, não desperdiçaram o tempo, mas sim, fizeram o melhor que puderam...”

Na carta, Baden Powell deseja que sejamos felizes e depois dá sua receita para que isso aconteça. Ele diz que alcançaremos a felicidade quando doarmos de nós para que o outro seja feliz. Pensar no outro primeiro antes de nós mesmos.

Você anda deixando melhor a vida daqueles que o cercam? Muitas vezes nosso ego não nos deixa fazer isso. Temos a mania de olhar apenas para o nosso umbigo e pensar que o problema do outro não tem nada a ver conosco.

Vamos tentar deixar o mundo melhor do que encontramos. Que tal tentar começar a fazer isso agora?

Débora Rodrigues é psicóloga e conselheira tutelar em BD



Rua do Rosário, 72 – Centro – Fone (37) 3522.2361 – Bom Despacho - MG
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do Jornal de Negócios.