iBOM | Após repercussão do caso, aluna desmente história de sequestro



140x140
Bom Despacho (MG), 13 de dezembro de 2017

Após repercussão do caso, aluna desmente história de sequestro

Imagem ilustrativa
Publicado em 01/12/2017 23:20:13

Nesta sexta-feira, 1º/12, o comando do 7º Batalhão da Polícia Militar enviou nota à imprensa informando ser falso o relato de sequestro feito pela menina de 10 anos que estuda na Escola Chiquinha Soares. Conforme a ocorrência, na noite de quarta-feira, 29/11, a estudante pediu ajuda a uma moradora da rua Curitiba, no bairro Ana Rosa, dizendo que havia sido sequestrada na rua Palmital, logo após sair da Escola. Conforme seu relato, ela teria sido colocada dentro de um carro e levada para a Vila Gontijo por dois homens. No caminho, teria saltado do veículo e escapado dos supostos sequestradores.

De acordo com a nota da PM, na manhã desta sexta-feira militares foram à residência da menina “para uma visita tranquilizadora”. Na ocasião – diz a nota - a mãe “relatou que a garota acabou desmentindo os fatos”. Ainda segundo a PM, a mãe da estudante explicou que sua filha “perdeu o ônibus ao final da aula e, por medo de ser repreendida, inventou toda a história”.

Diante da informação, os militares orientaram a mãe a levar a menina à Delegacia de Polícia para ser ouvida novamente.

Inquérito

Na quinta-feira, 30/11, a Polícia Civil abriu inquérito para investigar o caso. Nesse dia a estudante e seus pais foram ouvidos pela delegada encarregada do caso.

Depois da nota da Polícia Militar o Jornal não conseguiu falar com a delegada responsável pelas investigações.

CLIQUE AQUI para ler a matéria sobre o suposto sequestro da criança.



Rua do Rosário, 72 – Centro – Fone (37) 3522.2361 – Bom Despacho - MG
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do Jornal de Negócios.