iBOM | Situação da água continua precária em Bom Despacho



140x140
Bom Despacho (MG), 13 de dezembro de 2017

Situação da água continua precária em Bom Despacho

Copasa ainda não conseguiu interligar todos os poços para abastecer a cidade.
Publicado em 06/11/2017 17:09:25

FERNANDO CABRAL - O abastecimento de água continua precário. De um lado, as chuvas continuam ralas e fracas. De outro lado, a Copasa não conseguiu cumprir sua obrigação de interligar os poços artesianos que têm água suficiente para abastecer a cidade. Por isto é necessário que o bom-despachense continue economizando.

Chegamos num ponto em que não vemos mais futuro para a Copasa em nossa cidade. Depois de anos de baixos investimentos e falta de planejamento vemos que a empresa é incapaz de enfrentar uma crise de falta d’água. Não só isto: é incapaz de articular soluções emergenciais.

Mas, mais grave do que isto, é o fato de que a empresa não tem capital para arcar com os investimentos que são urgentemente necessários para resolver de vez o problema.

Por isto, nesta segunda-feira (6/11), o Poder Executivo enviará à Câmara Municipal um projeto de lei propondo a criação da Empresa de Águas e Saneamento de Bom Despacho (EASBOM). Se os vereadores aprovarem esta lei, em breve Bom Despacho passará a cuidar do fornecimento de água para todos os seus cidadãos. Desta forma garantiremos que ano que vem, o bom-despachense não sofrerá mais com a falta d’água. E não só isto: teremos todo o esgoto tratado e nossas fontes de água tratadas com respeito.

Fernando Cabral é advogado, auditor federal e prefeito reeleito de BD



Rua do Rosário, 72 – Centro – Fone (37) 3522.2361 – Bom Despacho - MG
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do Jornal de Negócios.