iBOM | Sindicato Rural de BD cancela exposição por causa de dívidas



140x140
Bom Despacho (MG), 23 de novembro de 2017

Sindicato Rural de BD cancela exposição por causa de dívidas

Sede do Sindicato Rural de Bom Despacho
Publicado em 14/08/2017 08:46:36

Sem dinheiro e com dívidas que passam de 500 mil reais – conforme o presidente Patrick Brauner -, o Sindicato Rural de Bom Despacho não fará exposição agropecuária este ano. A decisão foi tomada na última semana pela diretoria da instituição. “Diante da grave situação financeira, contábil e administrativa do Sindicato Rural, devemos ter muita responsabilidade antes de assumirmos qualquer compromisso que possa piorar ainda mais a situação”, afirmou o presidente Patrick Brauner ao Jornal de Negócios.

Ainda segundo o presidente, “uma exposição precisa ser organizada com muita antecedência. Como assumimos dia 20 de maio e não encontramos nada programado, não temos tempo nem dinheiro para fazer a festa. Além disso, muitas empresas suspenderam os patrocínios por causa da crise econômica do país. Por isto a diretoria decidiu não fazer o evento este ano. É melhor recuar um passo agora e sanear as contas do Sindicato para depois podermos seguir em frente”.

Antes de decidir suspender o evento, a diretoria do Sindicato Rural procurou sete empresários do setor de shows propondo que eles realizassem a festa. “Nenhum quis fazer a exposição sem que o Sindicato bancasse grande parte das despesas”, diz Patrick. Um dos empresários procurados foi João Wellington, que realizou a Expobom em 2015 e 2016. De acordo com Brauner, João Wellington tinha contrato com o Sindicato para fazer a exposição em 2015, 2016 e 2017. “Mas este ano ele não quis mais. Pior é que deixou de pagar os direitos autorais ao ECAD no ano passado e agora o Sindicato está sendo cobrado por uma dívida de quase 90 mil reais. Pelo contrato, esta dívida é responsabilidade do João Wellington”, disse o presidente. A questão está sendo discutida na Justiça.

De acordo com Patrick, levantamentos feitos pela diretoria apontam que o Sindicato deve mais 500 mil reais entre impostos, ECAD, repasses sem prestação de contas e outros débitos. “Diante desse endividamento não podemos arriscar”, reafirmou Brauner, que pretende convocar assembleia dos associados para expor a situação.

A direção do Sindicato já começa a planejar a exposição de 2018. “Estamos trabalhando para fazer um evento em novo formato, nova data, com bons shows e prestigiando o agronegócio. Queremos uma exposição de qualidade e com boas atrações, organizada com antecedência e responsabilidade”, diz o presidente.



Rua do Rosário, 72 – Centro – Fone (37) 3522.2361 – Bom Despacho - MG
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do Jornal de Negócios.