iBOM | Vamos juntos construir a paz em nossa comunidade



140x140
Bom Despacho (MG), 22 de setembro de 2017

Vamos juntos construir a paz em nossa comunidade

Participantes da Roda de Conversa promovida pelo CESEC
Publicado em 30/05/2017 13:12:16

DENISE COIMBRA - No dia 24 de maio participei de uma roda de conversa promovida pelo CESEC – Educação de Jovens e Adultos em Bom Despacho. Em destaque o trabalho realizado pela diretora Samira Araújo e toda a equipe. Escolas como o CESEC resgatam cidadãos e cidadãs bom-despachenses para exercerem o direito básico de serem educados. Tal direito é garantido pela Constituição Brasileira e pela LDB – Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional.

Caso conheça algum jovem com idade acima de 15 anos que não tenha completado o Ensino Fundamental ou acima de 18 anos que não tenha completado o Ensino Médio, incentive-o a procurar o CESEC para obter a sua formação educacional. Somos responsáveis por apoiar toda iniciativa que permita o acesso à educação formal dos cidadãos e cidadãs bom-despachenses.

Mas voltemos à roda de conversa e seu objetivo. Ela foi promovida em parceria com a Defensoria Pública do Estado de Minas Gerais. Fernanda Gontijo, defensora pública há 11 anos em nossa cidade, citou o Programa de Mediação de Conflitos no Ambiente Escolar (MESC), criado em 2012, que já abrange várias cidades da região metropolitana e do interior de Minas Gerais. Lamentavelmente, ela nos informou que Bom Despacho não participa desse programa.

Entretanto, a presença maciça de representantes de entidades educacionais, de apoio social e comunitário como Secretaria da Educação, Conselho Tutelar, CEMEIS (D. Liquinha, Professora Valdira Rezende, Eraída Alves) e escolas municipais (D. Duca, João Dornas, Virgílio Antônio, Jacinto Salviano, Coronel Praxedes e escolas estaduais (Coronel Robertinho, Chiquinha Soares e alunos do Martinho Fidélis), além de APAE, UAB, Polícia Militar, Fatias de Análise e Coletivo Cultural Campo de Consciência demonstram o potencial de implementação de um programa tão importante em nossa cidade.

Cada vez mais utilizada no Brasil, a mediação tem sido uma ferramenta de diálogo que contribui efetivamente para a melhoria das relações no ambiente escolar, pois estimula o esforço genuíno das partes envolvidas na superação de conflitos. É de conhecimento de todos que ameaças, lesão corporal, agressões verbais e uso de drogas estão cada vez mais presentes nas escolas. Muitas vezes, os conflitos têm envolvido professores, pais e alunos em situações que poderiam ser resolvidas com o apoio de mediadores treinados, que podem ser inclusive os próprios alunos, sem a necessidade de intervenção judicial.

Ao término do encontro, refleti sobre a grande preocupação que a Defensora Pública manifestou com o envolvimento dos “menores” com o tráfico de drogas em nossa cidade.

Lembrei-me também dos assassinatos de dois jovens há alguns dias. Um deles morto a tiros, em frente a uma escola estadual. Minha proposição é que a Secretaria de Educação, a Delegacia Regional de Polícia, o Poder Judiciário, CRAS, CREAS, Conselho Tutelar, entidades sociais, culturais e empresariais e Câmara Municipal façamos o primeiro seminário de Segurança Pública, Juventude e Cidadania.

Todas as instituições citadas acima, além de lideranças informais e demais moradores da cidade possuem um conhecimento expressivo sobre a infância e adolescência em Bom Despacho, seus desafios e dificuldades. Se queremos paz, devemos ser os primeiros a promovê-la. Uma mobilização urgente aliada a proposições consistentes nos ajudarão a entender que somos parte do problema e da solução.

O CESEC deu o primeiro passo. Cabe a nós, juntos nessa caminhada, a construção da paz em nossa comunidade.

Denise Coimbra é psicóloga e escritora



Rua do Rosário, 72 – Centro – Fone (37) 3522.2361 – Bom Despacho - MG
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do Jornal de Negócios.