iBOM | Tenha fé e corra atrás para realizar seus próprios sonhos



140x140
Bom Despacho (MG), 21 de setembro de 2017

Tenha fé e corra atrás para realizar seus próprios sonhos

Imagem ilustrativa
Publicado em 20/12/2016 09:56:21

DÉBORA RODRIGUES - Eu não sei se você que está me lendo acredita em Deus, Deusa, Ser Superior, Cosmo ou em outro ser. Ou se você é ateu. Independente daquilo que você crê (ou não), tenho uma história para contar que te fará no mínimo ficar arrepiado ou se emocionar.

Era uma vez um menino de treze anos que sonhava em ter um Xbox, como a maioria dos adolescentes de sua idade. Mas sua mãe - que o cria e a um irmão sozinha - não tinha condições de comprar. Um dia, ao passar em uma sorveteria, o menino percebeu que nela estava havendo um sorteio de Natal em que os prêmios eram duas bicicletas, alguns vale sorvetes e um Xbox. Ele prontamente preencheu um único cupom e desejou de todo seu coração que aquele Xbox fosse seu.

Ao chegar em casa, o menino decidiu que nos próximos 21 dias que faltavam para o sorteio ele iria se privar do contato com videogame, celular e computador, além de orar todos os dias às 3 horas da manhã e às 11h para que Deus lhe desse a graça de ser sorteado. A mãe o apoiou, mas pediu ao filho que em suas orações ele pedisse a Deus entendimento e aceitação, caso não fosse seu destino ganhar tal videogame. Assim ele fez.

Chegando o dia do sorteio, pediu que sua mãe o levasse para assistir, pois fazia questão de estar lá quando ouvisse sue nome sendo anunciado. Ao chegar no local, mãe e filho perceberam que apenas os dois haviam ido assistir. Foram então convidados a ajudar no processo, virando as urnas com os bilhetes, misturando... na hora H, o primeiro prêmio a ser sorteado era o Xbox. Quando o bilhete premiado saiu, nele constava o nome de outra criança. Ao que nosso personagem de imediato disse: “ainda tem as duas bicicletas e os vale sorvete”. O sorteio continuou e nenhum dos prêmios saiu para ele.

Vendo que o sorteio havia chegado ao fim, a mãe disse para seu filho: “vamos embora? Acabou.”, ao que a dona da sorveteria respondeu: “não acabou não, nós vamos te dar um Xbox! Temos certeza que você merece, pois se não fosse merecedor sua mãe não estaria aqui trazendo você”. Mãe e filho se emocionaram e saíram agradecidos e perplexos com o fato. Quando a dona da sorveteria foi até a casa deles entregar o que foi prometido, a mãe contou toda a história e novamente todos se emocionaram. Até então, a dona da sorveteria não sabia de nada.

Deixei os nomes ocultos (mesmo com permissão para expô-los) para que você veja que essa história de realização poderia ser com você. O fato é que esse adolescente acreditou que era possível ter um Xbox e agora ele tem. O que estava a seu alcance ele fez para merecer aquilo com que tanto sonhava.

Mesmo que você em nada acredite, há de convir comigo que as coisas são possíveis quando se tem fé, seja em Deus, em você ou em ambos. Acredite mais em si e na sua capacidade de realizar seus próprios sonhos.

Débora Rodrigues é psicóloga e conselheira tutelar em BD



Rua do Rosário, 72 – Centro – Fone (37) 3522.2361 – Bom Despacho - MG
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do Jornal de Negócios.