iBOM | Para se relacionar, busque alguém que realmente te mereça



140x140
Bom Despacho (MG), 19 de novembro de 2017

Para se relacionar, busque alguém que realmente te mereça

Imagem ilustrativa
Publicado em 07/10/2016 08:42:45

DÉBORA RODRIGUES - Quando eu estava planejando me casar, todos me perguntavam se eu estava ansiosa ou qualquer outra coisa sobre a cerimônia e o “grande dia”. Agora que tudo passou, me perguntam como está a vida de casada. Quem me conhece sabe que odeio serviços domésticos (odeio mesmo). Por esse motivo, muitos dos meus amigos e familiares acharam graça quando eu disse que teria minha própria casa. Agora junto à tal pergunta “o que está achando da vida de casada?”, vem um comentário do tipo que eu devo estar cortando um dobrado para trabalhar e ser dona de casa.

Engraçado que para o meu marido, ninguém pergunta esse tipo de coisa. Quando falam, respondo que está tudo tranquilo porque ele faz a parte dele, aí retrucam: “ele te ajuda?” e eu: “não, ele faz a parte dele”.

Nesse ponto da conversa parece que as pessoas descobrem um novo mundo. Acham aquilo o máximo, um homem que faz sua parte em casa. Eu, já acho absurdo isso ser uma novidade. Aí perguntam se ele não se importa em fazer serviços de casa (oi?). Eu digo não, porque ele tem consciência de que somos duas pessoas morando em uma casa. Eu não moro sozinha.

Não entendo que pensamento é esse que determinou que a mulher é a única responsável pelos afazeres domésticos. Todos comem, bebem, vestem, dormem e usam a casa. O justo é que todos colaborem para que tudo funcione bem e ninguém fique sobrecarregado.

Após esse discurso, me dizem que estou certa, que faz sentido isso tudo. Outro dia ainda emendaram: “bom saber que existe homem assim por aí, você deu sorte”.

Meninas e meninos, eu não dei sorte, eu soube escolher alguém que me respeita e me dá o valor que todos nós merecemos.

Busque você também alguém que realmente te mereça. Não se contente com pouco, com alguém que te desrespeite, menospreze e pense que você tem que servir-lhe o tempo todo. Relacionamentos são trocas e escolhas, não uma questão de sorte. Escolha quem te faz bem e acrescenta em sua vida e não quem subtrai e diminui a pessoa que você é.

O maior amor deve ser o próprio.

 

Débora Rodrigues é psicóloga e conselheira tutelar em BD



Rua do Rosário, 72 – Centro – Fone (37) 3522.2361 – Bom Despacho - MG
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do Jornal de Negócios.