iBOM | Desde cedo a criança deve ter organização e responsabilidades



140x140
Bom Despacho (MG), 19 de novembro de 2017

Desde cedo a criança deve ter organização e responsabilidades

Imagem ilustrativa
Publicado em 03/09/2016 15:06:46

E quem disse que seu filho não pode ajudar em casa desde cedo? Pode e deve. Independentemente da idade, sempre haverá algo que a criança possa fazer para colaborar na organização e, principalmente, no desenvolvimento da sua independência e educação.

A partir do momento em que a criança é inserida nas atividades domésticas, ela começa a perceber o quanto são trabalhosas e entende que todos precisam colaborar tanto no seu feitio quanto na manutenção e organização da casa.

Quando a criança já consegue segurar coisas, começa a engatinhar, a querer fazer algo sozinha, ela já pode ajudar em casa. Isso acontece muito cedo, mais ou menos aos seis meses. Se a criança consegue segurar as coisas, ela entenderá se você explicar que precisa pegar um objeto e o colocar em um determinado lugar. É daí que se começa a trabalhar a organização e a responsabilidade.

Quando começar a andar, a criança já pode ser responsável por guardar seus brinquedos no lugar. A medida que ela vai entendendo as coisas, pode-se pedir que guarde cada brinquedo num lugar diferente e ensiná-la a separá-los por cor, tamanho, tipo. Assim ela vai assimilando o conceito de organização.

Quando começar a ir para a escolinha, a criança pode ser responsável por arrumar sua mochila e seu lanche. Em casa, ela pode levar seu prato até a pia, guardar seus sapatos (caso o lugar em que ficam permita isso).

Um pouco mais tarde, a criança já será capaz de arrumar sua cama, guardar suas roupas, regar as plantas, colocar o lixo para fora, claro, tudo com supervisão de um adulto. Com oito ou nove anos a criança já tem melhor coordenação motora e pode limpar seu quarto, colocar a mesa do almoço, guardar vasilhas, cuidar do animal de estimação da família. Nessa fase, a criança já saberá ler e será legal fazerem uma agenda juntos, para que ela possa ter ciência de suas obrigações domésticas de cada dia.

Desde sempre é possível trabalhar noções de responsabilidade e organização. Como tudo no que tange à educação, basta ter boa vontade e aquela dose de paciência que os resultados virão mais tarde.

 

Débora Rodrigues é psicóloga e conselheira tutelar em BD



Rua do Rosário, 72 – Centro – Fone (37) 3522.2361 – Bom Despacho - MG
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do Jornal de Negócios.