iBOM | Não gaste energia com quem não merece sua atenção



140x140
Bom Despacho (MG), 21 de setembro de 2017

Não gaste energia com quem não merece sua atenção

Imagem ilustrativa
Publicado em 07/07/2016 21:15:51

DÉBORA RODRIGUES - Existem pessoas que passam por nossas vidas e parecem que nunca mais saem. Deixam marcas profundas, doídas, que nos perseguem para sempre. Quando o tempo passa e pensamos que elas não nos afetam mais, lá vem elas trazer o lado amargo da vida de novo.

Geralmente são pessoas que um dia amamos, e aí fica mais tenso ainda, porque depois pensamos: como eu amei esta pessoa? Como não percebi isso antes? O que fiz eu para merecer isso? Nada. As coisas são assim mesmo. Essas pessoas chegam mascaradas, são charmosas, manipuladoras e seduzem aqueles que escolhem.

A culpa não é sua. Para completar o quadro, ainda são ótimas em se fazer de vítimas e afetar profundamente aqueles bons de coração, que por muitas vezes ainda pensam serem culpados pelo falso sofrimento que encena seu algoz.

Não se engane. Esta pessoa está aí apenas para te sugar, tirar seu brilho e abusar das suas boas intenções. Não, ela não te ama e não vai morrer se você a deixar. Ela ama a si mesmo e ponto. A única coisa que ela quer de você é te dominar e te fazer um escravo das vontades dela.

Aí você, que é uma pessoa inteligente e rodeada de outras que te amam de verdade, consegue sair dessa. Desperta e, mesmo sofrendo muito, percebe o que é melhor para você. Aí, meus amigos, aquele que te fazia mal entra em desespero. O que será dele agora que perdeu o poder sobre você? Ele vai tentar arrumar outra pessoa para fazer mal, mas não se engane, sempre que ele tiver oportunidade, vai tentar incomodar você e te lembrar que ele ainda está ali.

Mas, a essa altura, você ficou mais forte com a experiência ruim que teve com ela, reconstruiu sua vida de forma diferente e colocou nela apenas pessoas que a amam de verdade. Sua vida fluiu, porque seu coração é só amor. E aquela pessoa que te fez tão mal? Continua lá, no mesmo lugar, escravizando quem está à sua volta e fazendo-os sentirem culpados pela própria condição. Imagine como será o fim dela? Bem diferente do seu, porque não tem como colher algo diferente do que você plantou. Se plantarmos morangos, colheremos sempre morangos.

Dito tudo isso, te pergunto: quando essa pessoa insignificante tentar te atingir, você deixará? Claro que não! Apenas sinta pena dela que continua na mesma. Sinta orgulho de você que consegue evoluir e dar amor, diferente dela que só abusa e suga quem está à sua volta.

Você tem outras coisas boas com as quais se preocupar, não perca sua energia com alguém que não merece.

Débora Rodrigues é psicóloga e conselheira tutelar em BD



Rua do Rosário, 72 – Centro – Fone (37) 3522.2361 – Bom Despacho - MG
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do Jornal de Negócios.