iBOM | Renovar a Santa Casa de Bom Despacho: nós podemos



140x140
Bom Despacho (MG), 22 de setembro de 2017

Renovar a Santa Casa de Bom Despacho: nós podemos

Obras na Santa Casa: cedo ou tarde, todos nós podemos precisar dela
Publicado em 05/04/2016 22:29:08

FERNANDO CABRAL - Em 1961, quando o presidente americano John Kennedy assumiu a presidência dos Estados Unidos, ele pronunciou um discurso que ficou famoso por vários motivos. Entre eles, por ter dito aos cidadãos americanos: “não pergunte o que seu país pode fazer por você; pergunte o que você pode fazer por seu país.”

Vez por outra, esta frase me vem à mente com algumas modificações: “não pergunte o que a prefeitura pode fazer por você; pergunte o que você pode fazer por nossa cidade”.

Semana passada, quando li neste jornal a matéria sobre o programa “Adote o SUS”, da Santa Casa, me lembrei do profundo significado do que o presidente Kennedy disse. De certa forma, esta visão ecoa as palavras do Dr. Denilson que declarou o seguinte ao jornal:

“A Santa Casa pertence à sociedade de Bom Despacho, e cedo ou tarde todos nós podemos precisar dela. É um sinal de amadurecimento quando esta sociedade, em vez de esperar tudo dos governantes, toma a iniciativa de cuidar de um bem tão precioso”.

Está certo o Dr. Denilson, como estava certo o presidente Kennedy: “cada um de nós deve assumir uma parcela de responsabilidade para que as coisas funcionem bem para todos, inclusive para nós mesmos.”

Foi com a esperança assentada nesta responsabilidade social de cada um de nós que a Administração da Santa Casa resolveu fazer o que muitos pensavam ser impossível: ampliar e humanizar as enfermarias.

Atualmente as enfermarias têm muitos leitos e pouco conforto para pacientes e parentes. Com as modificações, haverá aumento de leitos, mais privacidade e conforto para todos.

A ampliação e reforma das enfermarias custará R$ 180 mil. Como forma de pagar os serviços, a Santa Casa está recorrendo à comunidade. Todos podem ajudar. Uma das formas de fazê-lo é procurar a Santa Casa e doar o valor que você puder. Não importa quanto, toda contribuição será bem-vinda.

Mas, se você tiver condições, poderá fazer um benefício maior ainda: poderá sozinho ou com a ajuda de amigos e parentes, pagar uma enfermaria inteira, com uma cota de R$ 20.000,00.

Enfermaria Antônio Cabral

Meu pai morreu faz pouco tempo. Em vida, precisou muitas vezes da Santa Casa. Ali sempre foi bem atendido e bem cuidado. Por isto, quando a administração do Lactário resolveu fazer estas melhorias, minha mãe, D. Maria de Castro, viu que era hora de retribuir tantos benefícios que a Santa Casa proporcionou à nossa família em geral, e ao meu pai em particular. Por isto, ela decidiu contribuir com a construção de uma enfermaria.

Quando a notícia chegou ao conhecimento dos meus irmãos, todos decidiram ajudar também. Assim, cada um dando um pouco, nós daremos nossa contribuição de R$ 20 mil para que as enfermarias tenham mais espaço, mais conforto e mais privacidade.

Após a reforma, haverá no máximo três leitos por enfermaria, e cada enfermaria terá um banheiro. A enfermaria de isolamento, que atualmente tem dois leitos, passará a ter dois.

Esta contribuição da D. Maria de Castro e seus filhos é uma homenagem a tantos bons serviços que a Santa Casa já prestou às famílias bom-despachenses. E é, também, uma homenagem ao meu pai, Antônio Cabral Sobrinho, que sempre recebeu dos médicos, enfermeiros e auxiliares da Santa Casa o carinho, a atenção e os cuidados de que precisou.

Dr. Denilson tem razão: é sinal de amadurecimento quando a sociedade, em vez de tudo esperar dos governos, toma o destino em suas próprias mãos e constrói seu próprio futuro. Desde sempre a Santa Casa foi resultado do esforço coletivo da sociedade. Este novo passo rumo ao futuro retoma a tradição e mostra que juntos podemos muito mais.

Se você e sua família puderem colaborar com uma enfermaria inteira, ótimo. Mas, se não puder, não faz mal: qualquer quantia ajudará. O importante é que nossa Santa Casa fique cada vez melhor para continuar cuidando bem de todos que dela precisem.

Fernando Cabral é auditor federal, advogado e prefeito de Bom Despacho



Rua do Rosário, 72 – Centro – Fone (37) 3522.2361 – Bom Despacho - MG
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do Jornal de Negócios.