iBOM | Cuide realmente do seu filho e respeite o tempo dele



140x140
Bom Despacho (MG), 25 de novembro de 2017

Cuide realmente do seu filho e respeite o tempo dele

Foto ilustrativa
Publicado em 13/01/2016 22:02:21

DÉBORA RODRIGUES - Estamos em época de férias e uma dúvida assombra os pais de bebês: quando é seguro viajar pela primeira vez com os pequenos? Quando nascem, eles não têm seu sistema imunológico completamente formado. Por isso, ficam ainda mais suscetíveis a germes e bactérias. Lugares com muita gente e pouca proteção devem sim ser evitados nos primeiros meses.

Particularmente, acho que não há necessidade alguma de ficar expondo o bebê demais nesse período. Haverá o momento certo de sair para exibir a cria. Não estou dizendo que os pais devem ficar enclausurados com o filho em casa, mas não custa nada fazer apenas saídas curtas e para locais adequados. Especialmente no primeiro mês.

O bebê deve ser inserido ao ambiente externo aos poucos. Uma visitinha à casa da vovó não fará mal a ninguém, mas horas em uma festa barulhenta com certeza fará. É necessário que os pais usem o bom senso e pensem no bem-estar do filho que acaba de chegar.

Alguns pediatras recomendam, por exemplo, os pequenos só devem começar a frequentar praias a partir de seis meses de idade. Mas analisando essa informação, fiquei pensando que isso só deve valer para crianças que residem em cidades litorâneas. Para nós, mineiros, devemos considerar que para ir à praia temos que, ou pegar avião para chegar mais rápido, ou viajarmos em média 10 horas de carro ou ônibus para chegarmos ao mar. Não há necessidade de submeter um recém-nascido a tal desgaste. É melhor que os pais mineiros aguardem um pouco mais para viajar em família para o mar ou qualquer outro local distante.

Um pequeno passeio a partir dessa idade não fará mal algum. Pelo contrário. Mas uma viagem longo para um lugar não confortável deixará o bebê e os pais estressados pelo transtorno causado.

Até agora estou me referindo a uma criança saudável. Caso o bebê tenha nascido com alguma complicação, é essencial buscar orientação médica para saber como agir.

Cuide realmente do seu filho e respeite o tempo dele. Em breve você poderá aproveitá-lo fora de casa. Viajar com um recém-nascido, só se for por necessidade.

 

Débora Rodrigues é psicóloga e conselheira tutelar em Bom Despacho



Rua do Rosário, 72 – Centro – Fone (37) 3522.2361 – Bom Despacho - MG
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do Jornal de Negócios.